SC TEM POTENCIAL PARA AUMENTAR AS EXPORTAÇÕES DE MÓVEIS DE MADEIRA MACIÇA

Um estudo realizado por pesquisadores da Embrapa analisou o setor moveleiro da microrregião de São Bento do Sul, no norte de Santa Catarina. O polo conta com 391 empresas que são responsáveis por mais de 6.500 empregos diretos. Cerca de 80% da produção é para o mercado externo. A região sul do Brasil é responsável por mais de 44% da produção de móveis do Brasil, sendo que Santa Catarina é o quinto maior produtor nacional em número de peças.

Os dados apontam para o potencial de mercado de exportação, com muito espaço a ser ocupado. Diferentemente do restante do Brasil, o polo moveleiro de São Bento do Sul se especializou na produção de móveis de madeira maciça, com matéria-prima de plantios florestais, principalmente com foco no mercado externo. “Ainda que tenha a maior produtividade de florestas plantadas do mundo, o Brasil tem uma participação extremamente tímida neste mercado”, explica o pesquisador José Mauro Moreira, da Embrapa Florestas.

Os resultados do estudo, que foi encomendado pelo Sindicato das Indústrias da Construção e do Mobiliário de São Bento do Sul (Sindusmobil) e pela Associação Catarinense de Empresas Florestais (ACR) estão nas publicações “O setor moveleiro de exportação no estado de Santa Catarina: considerações gerais e impacto no desenvolvimento econômico” e “O setor moveleiro como parte integrante da cadeia produtiva florestal de florestas plantadas na região de São Bento do Sul”, ambos disponíveis no site da Embrapa.

Saiba mais sobre a Semana Internacional da Madeira e Lignum Latin America 2021. Acesse: https://lignumlatinamerica.com/