loader image

LOGÍSTICA INTERNACIONAL ENFRENTA SITUAÇÃO COMPLEXA

O mercado de logística internacional tem enfrentado seguidos desafios para se manter fluido e eficiente durante a crise mundial enfrentada por conta do coronavírus. Conforme avalia o diretor da Central de Negócios, Jonathan Linzmeyer, o momento é complexo e demanda cautela na execução das operações. “Os fretes de importação estão subindo semanalmente e os CNTRS estão sumindo do mercado. Estamos passando por um enorme gargalo logístico internacional”, alerta.

 

ENTENDA O CASO

 

Através de imagens de satélite é possível visualizar a realidade de um dos maiores portos do mundo. O empreendimento localizado na cidade de Shenzen, no Sul da China, está atrasando operações. Estima-se que cerca de 160.000 containers de 40 pés estão esperando para serem exportados, de acordo com companhias que operam com profundo conhecimento do local.

 

NOVOS CASOS DE COVID

 

A crise se agravou na última semana de maio, quando um grupo de cinco trabalhadores atracados no porto testaram positivo para Covid. Outros casos adicionais da doença no porto e nos arredores fez a Maersk caracterizar a situação no seu “customer alerts” como “deteriorante”.

 

ESTRUTURA

 

O terminal de Shenzen serve cerca de 100 navios por semana e é pivô de exportações tanto para o EUA quanto para os europeus. Apenas em 2020, o porto processou 13,3 milhões de contêineres. Para se ter uma ideia da grandiosidade da estrutura, 90% dos eletrônicos do mundo são exportados através do local.

 

CENÁRIO FUTURO

 

A SEKO Logísticas, que opera na Ásia, diz que o porto está lentamente reabrindo, porém, o congestionamento de contêineres levará um certo tempo para “desafogar”.

 

>>Siga acompanhando as atualizações do mercado. Fique ligado no #BLogDaCN!

Deixe seu comentário

Open chat
Atendimento Online